Sem Dilma, presidenciáveis debatem questões do Nordeste

Temas como infraestrutura e abastecimento devem concorrer com escândalos envolvendo a Casa Civil em debate em Pernambuco

Nara Alves, enviada a Recife (PE) |

Os candidatos à Presidência da República, com exceção de Dilma Rousseff (PT), participam na noite desta segunda-feira do primeiro debate regional entre presidenciáveis. O encontro, que contará com as presenças de José Serra (PSDB), Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (Psol), é realizado pela rede SBT Nordeste em Recife, capital pernambucana, e será mediado pelo apresentador Carlos Nascimento.

Os jornalistas que participarão do debate foram orientados pela organização a restringirem suas perguntas a assuntos regionais, como infraestrutura, abastecimento, modelo de desenvolvimento e distribuição de renda. Os temas, no entanto, deverão concorrer com os escândalos envolvendo a Casa Civil, principalmente com a queda da ministra-chefe Erenice Guerra.

O Nordeste é a região do País em que Dilma tem seu melhor desempenho nas pesquisas de intenção de voto. É, também, onde Serra tem o seu pior desempenho. A petista tem 69,2% da preferência do eleitorado nordestino, contra 17,2% de Serra e 4,5% de Marina, segundo a CNT/Sensus.

Em Pernambuco, Estado natal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a petista teria 66% dos votos, contra 19% do tucano, de acordo com a Vox Populi/Band/iG. No Estado, o candidato apoiado por Lula, o governador Eduardo Campos (PSB), venceria no primeiro turno com 70% dos votos, contra 19% do candidato apoiado por Serra, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), segundo o levantamento.

Dez afiliadas do SBT transmitirão o debate ao vivo para 40 milhões de pessoas. O programa também poderá ser assistido pela internet no site www.jc.com.br .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG