Segurança nas eleições terá participação de 6,6 mil homens no MA

Esquema organizado no Estado conta com policiais federais, militares, civis, do Exército e do Corpo de Bombeiros

Agência Brasil |

O esquema de segurança para as eleições no Maranhão contará com um efetivo de 6.620 homens, entre policiais federais, militares, civis, do Exército e do Corpo de Bombeiros. Segundo o corregedor regional eleitoral do Estado e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), José Joaquim Figueiredo dos Anjos, ainda serão deslocados aos 217 municípios maranhenses um juiz e um promotor eleitoral.

“Isso dará mais segurança para os eleitores e para os próprios candidatos”, afirmou, há pouco, à Agência Brasil. No estado, serão usadas 16.455 urnas eletrônicas e 56.972 mesários foram convocados para trabalhar no pleito de domingo (3).

A pedido do TRE-MA, 220 policiais federais, divididos em 19 equipes, atuarão no próximo domingo em todo o estado. Além disso, estarão nas ruas no dia da eleição 5 mil homens da Polícia Militar, 500 da Polícia Civil, 500 do exército e 400 bombeiros. “Não haverá um esquema especial para nenhum município. Traçamos uma estratégia de segurança para o estado como todo”, explicou Figueiredo dos Anjos.

O Maranhão tem 4.324.696 eleitores, divididos em 111 zonas eleitorais. Ao todo, no Estado, são 5.267 locais de votação e 15.393 seções eleitorais, sendo que o maior quantitativo delas (1.868) está em São Luís, capital do Estado.

Para evitar que haja atrasos no processo de apuração dos votos nos municípios mais remotos do estado, o TRE-MA montará 108 postos avançados de transmissão. De acordo com Figueiredo dos Anjos, essas unidades permitirão o envio dos dados das urnas desses locais por meio de satélites. Além disso, também estarão à disposição da Justiça Eleitoral maranhense quatros helicópteros e lanchas para eventuais emergências.

    Leia tudo sobre: eleições masegurança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG