Roseana afirma que se sentiu injustiçada em 2006

Apesar da vantagem apontada nas pesquisas, governadora acredita que a eleição maranhense deverá ser levada ao segundo turno

Wilson Lima, iG Maranhão |

A governadora do Maranhão e candidata a reeleição, Roseana Sarney (PMDB), afirmou que sentiu-se "roubada" após o resultado das eleições majoritárias de 2006, quando perdeu para Jackson Lago (PDT) por uma diferença de 70 mil votos. A declaração foi feita durante sabatina realizada na rádio Mirante AM, em São Luís, hoje pela manhã.

Roseana afirmou que não houve qualquer tipo de constrangimento ao assumir o governo do Estado em abril do ano passado por meio de determinação judicial. Na época, o então governador Jackson Lago foi cassado por crime de captação ilícita de sufrágio.

"Quando uma pessoa está na rua e tem a carteira roubada, vai à polícia. Eu me senti roubada na minha campanha. Se a Justiça decidiu (por cassar Lago)  eu não tenho que discutir com a Justiça", declarou Roseana sobre o mandato de um ano e meio.

Sobre a campanha de 2010, Roseana disse que espera um segundo turno, apesar das pesquisas apontarem uma vitória em turno único no Estado. "A gente ta preparada pra tudo. Essa é a regra do jogo", finalizou.

    Leia tudo sobre: eleições maroseanasabatina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG