Ricos têm 'preconceito e medo' de Dilma, afirma Lula

Em carreata seguida de um comício de apenas dez minutos em Minas Gerais, vice José Alencar acabou roubando a cena

Andréia Sadi, enviada a Belo Horizonte |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado que ricos sentem "preconceito" e "medo" diante da possibilidade de a candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff , sair vitoriosa das urnas no próximo dia 31. Durante uma carreata seguida de comício em Belo Horizonte (MG), Lula e Dilma atravessaram um bairro de classe média alta da capital mineira e receberam de alguns moradores que assistiam ao ato sinais negativos indicando os polegares para baixo.

Agência Estado
Comício ocorreu em Minas neste sábado
"Sabe, Dilma, aquelas pessoas ricas foram as que mais ganahram dinheiro no meu governo, mas não conseguiram superar o preconceito", respondeu o presidente, diante dos acenos. "Agora, é o preconceito e o medo de uma mulher ganhar as eleições e fazer mais do que eles."

Apesar da presença de Dilma e Lula em solo mineiro, quem chamou a atenção no ato político que sucedeu a carreata foi o vice-presidente José Alencar. Ele abriu o evento dizendo que Dilma ganhou o primeiro turno, mas agora é preciso focar na nova fase.

“A regra do jogo é exige que nós ganhemos novamente”, afirmou. Alencar foi o político mais aplaudido durante o evento e foi recebido com gritos de “Viva, Zé Alencar”.

Evocando as raízes mineiras, Dilma, que é nascida em Belo Horizonte, disse que, se eleita, terá um “compromisso sagrado” com a cidade. “Se Deus quiser, serei a primeira presidente do Brasil”, disse. Em um discurso relâmpago, Lula também apelou para as raízes de Dilma ao dizer que “mineiro que é mineiro” não trai o seu torrão”. “A partir de agora, não tem trégua companheiros de Minas Gerais."

A visita de Dilma e Lula ao Estado ocorre em meio ao esforço da campanha petista para conter o estreitamento da vantagem sobre o adversário tucano José Serra . Esta semana, o ex-governador de São Paulo também fez campanha na cidade, com o reforço do ex-governador Aécio Neves , que se elegeu para o Senado no primeiro turno da corrida eleitoral.

Derrotado por Aécio na briga por uma cadeira de senadora, o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel acompanhou Dilma e Lula no evento de hoje. Estavam presentes ainda os membros da chapa derrotada ao governo Hélio Costa (PMDB) e Patrus Ananias (PT),

Dilma e Lula percorreram bairros da zona sul e da região central de Belo Horizonte em um carro aberto.  Antes da carreata, Lula fez corpo a corpo e posou para fotos com a militância na Praça do Papa de um lado e Dilma do outro. Ao lado de Pimentel, a petista ouviu de uma senhora: “Dilma, dê um cargo bom para o Pimentel”. A presidenciável, observada por assessores e pelo ex-prefeito, apenas sorriu e disse, sem jeito: “Vou dar”.


    Leia tudo sobre: eleições mgeleições dilmapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG