Richa e Osmar Dias comentam empate técnico e esperam Vox Populi

De acordo com a pesquisa Datafolha, tucano tem 43% da preferência dos votos, enquanto o candidato pedetista ficou com 38%

Francisco Camargo, iG Paraná |

Na expectativa da pesquisa Vox Populi sobre a corrida ao governo do Paraná, a ser divulgada amanhã, 25, os candidatos Beto Richa (PSDB) e Osmar Dias (PDT) classificaram de previsível o resultado do Datafolha, que saiu na sexta-feira, apontando empate técnico. Em maio, o Vox Populi dava a Beto, que já tinha deixado a prefeitura de Curitiba e confirmado a candidatura, 40% das intenções de voto. Osmar aparecia com 33%.

Para o senador Osmar Dias, a pesquisa DataFolha, encomendada pela RPC – Rede Paranaense de Comunicação -, sinaliza a vitória da coligação que reúne PDT, PT e PMDB. Ele aparece com 38% da preferência dos votos, contra 43% de Beto. O candidato do PV, Paulo Salamuni, atingiu 1% das intenções de voto. Os votos brancos e nulos somam 3%; e 14% não souberam responder, segundo o DataFolha. O tucano justificou o avanço do adversário dizendo que Osmar é “mais conhecido no estado”.

Confiança
Beto Richa disse que recebeu bem o resultado da pesquisa e que continua muito confiante. “Osmar Dias é mais conhecido no Paraná. Estar na frente dele é algo que nos motiva bastante”, justificou.

Já o ex-governador Roberto Requião (PMDB), candidato ao Senado, disse que a campanha começou agora e o resultado “me deixa extremamente confortável e dá a certeza da vitória”.

Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao Senado na coligação, considerou os resultados “muito positivos”, já que “nós começamos o trabalho há um mês, enquanto o adversário trabalha há três meses, e não saiu do lugar”.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Os candidatos Amadeu Felipe (PCB), Luiz Felipe Bergmann (PSOL), Avanilson Araújo (PSTU) e Robinson Luiz Cordeiro de Paula (PRTB) não atingiram 1% das intenções de voto. Foram ouvidas 1.225 pessoas, segundo registro no TRE.

A pesquisa divulgada ontem pela RPC pode balizar os partidos para possíveis correções de rumo na campanha. Ela aponta um avanço de Osmar Dias, cuja candidatura foi lançada depois da oficialização do nome do tucano Beto Richa. As pesquisas anteriores não abrangem o período posterior ao da decisão do senador Osmar Dias de sair candidato.

Pelos números anteriores, a vantagem de Richa era de seis a sete pontos percentuais. Na pesquisa Vox Populi divulgada em maio, Richa, que já havia deixado a Prefeitura de Curitiba, tinha 40% das intenções de voto, contra 33% do senador.

    Leia tudo sobre: osmar diasbeto richaparaná

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG