Quem calunia sem provas perde o respeito do povo, diz Dilma

Referindo-se a Serra, Dilma rebateu acusações de lobby do filho de Erenice e disse que tucano pode perder 'trajetória digna'

Severino Motta, iG Brasília |

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse, nesta terça-feira, que o adversário do PSDB, José Serra, coloca a perder a imagem que conquistou durante a vida pública, com as acusações que vêm sendo feitas contra a campanha dela.

“Tenho certeza de uma coisa, quem faz isso perde o respeito, depois da eleição, do povo brasileiro. E perde, inclusive, trajetória digna construída na política. O povo brasileiro e a história são implacáveis com pessoas que caluniam sem provas”, disse.

Questionada se a sua sucessora na Casa Civil, Erenice Guerra, deve permanecer à frente da pasta após a publicação de reportagens sobre a participação do filho, Israel Guerra, em ações de lobby junto aos Correios, Dilma disse que cabe a ela decidir.

“Acho que a ministra Erenice tem todos os requisitos para se decidir como se comportar. Eu não dou conselhos desse tipo, porque não acho correto o processo que ocorre no Brasil, de você, antes de ter provas, condenar a pessoa e transformar a pessoa num pária.”

nullA candidata taxou a denúncia de lobby do filho de Erenice como um "factóide”, e disse que providências já estão sendo tomadas para apurar o caso.

“Eu não me sinto atingida com essa denúncia, acho ela mais um factóide (...) Eu acho que tudo deve ser apurado. Agora, hoje, concretamente, o que estamos vendo são duas coisas, o governo tomando providência, inclusive a Casa Civil, a ministra Erenice abrindo suas contas, seus telefones, sigilo fiscal, abrindo todas as informações bancárias dela”, disse.

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições dilmapleito 2010erenicelobby

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG