'PTB vai rever apoio a Serra', diz Armando Monteiro

Parte da ala dilmista do partido, senador eleito afirma que decisão do partido não corresponde à posição da bancada

Ana Carolina Dias, iG Pernambuco |

Depois de Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, ter declarado que vai submeter ao partido a revisão do apoio formal à candidatura de José Serra (PSDB) no segundo turno, o senador eleito Armando Monteiro Neto (PTB-PE) afirmou que a tendência é consagrar a continuidade de sustentação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Monteiro Neto, que faz parte da ala dilmista no partido, disse ainda que Jefferson ‘tomou a deliberação de apoiar Serra. Isso não corresponde à posição da bancada’.

A reunião que Monteiro se refere estava inicialmente marcada para hoje mas a assessoria de Roberto Jefferson confirmou que o presidente nacional do PTB convocará a Executiva Nacional na próxima quinta-feira (14) às 11h, na sede o partido em Brasília. A intenção é reunir os representantes do partido de todos os Estados para rever o apoio à coligação do PSDB. Segundo Jefferson, há setores insatisfeitos dos dois lados, tanto de Dilma Rousseff (PT) quanto de José Serra (PSDB) e, defendendo a tese da neutralidade, afirmou que prefere liberar a bancada.

Colocando-se contra o apoio ao PSDB, Monteiro Neto ressaltou que a posição do partido sempre foi clara. “As bancadas do PTB na Câmara Federal e no Senado sempre deram sustentação ao governo do presidente Lula (...) nosso partido apoiou o presidente Lula e a nossa bancada no Congresso sempre votou alinhada com o governo federal, não seria agora, quando nós vamos consagrar a continuidade desse projeto, que vamos mudar de posição”, pontuou.

    Leia tudo sobre: eleições peeleições serraeleições dilmaapoio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG