PT vai à Justiça após fala de Serra sobre dossiê

Tucano atribuiu à rival petista responsabilidade por suposta tentativa de produzir documento para prejudicá-lo

AE |

A direção nacional do PT pretende interpelar judicialmente o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, por causa das declarações que o tucano fez ontem à imprensa, nas quais atribui ao PT e à pré-candidata petista Dilma Rousseff a elaboração de um suposto dossiê que reuniria denúncias contra ele.

De acordo com nota assinada pelo presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, a interpelação judicial deverá ser impetrada amanhã e visa esclarecer as declarações do pré-candidato tucano.

"O PT reafirma que nunca sua direção nacional nem a coordenação da campanha de Dilma Rousseff determinaram a elaboração de qualquer dossiê", diz o comunicado. Na avaliação da direção do PT, as especulações relacionadas ao suposto dossiê estão sendo alimentadas pela própria oposição "numa tentativa desesperada de buscar reverter um quadro eleitoral adverso".

A polêmica em torno do suposto dossiê ganhou força ontem com o pré-candidato tucano comentando publicamente o fato, pela primeira vez, desde que a revista Veja relatou que um grupo dentro da campanha petista teria ensaiado a produção de um dossiê para atingi-lo e cujo alvo principal da suposta ação seria a filha do tucano, Verônica.

"A principal responsabilidade por esse novo dossiê é da candidata Dilma Rousseff. Disso eu não tenho dúvida, assim como o principal responsável pelo dossiê dos aloprados foi o Aloizio Mercadante e como a principal responsabilidade por dossiês em 2002 foi do Ricardo Berzoini", disse Serra, ontem, durante visita à Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

    Leia tudo sobre: José SerraDilma Rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG