PT quer atrair 3.500 prefeitos para campanha de Dilma

A adesão dos prefeitos, considerados caçadores de votos ideais, estaria condicionada a promessas de mais verbas para suas cidades

AE |

O PT espera atrair para a campanha de Dilma Rousseff à Presidência um exército suprapartidário de aproximadamente 3.500 prefeitos simpatizantes de sua candidatura. A adesão dos prefeitos - considerados caçadores de votos ideais, por terem contato direto com o eleitor e não estarem envolvidos em campanhas próprias - estaria condicionada a promessas de mais verbas para suas cidades a partir de 2011.

Em conversas com o núcleo de sete prefeitos do PT e outro grupo suprapartidário organizado para atuar na campanha, Dilma comprometeu-se a repassar, se eleita, pelo menos R$ 24 bilhões aos municípios para gastos com saúde. A receita já deveria estar sendo destinada às prefeituras, caso a Emenda 29 tivesse sido regulamentada.

Aprovada em 2000, a emenda vincula receitas da União, dos Estados e dos Municípios a gastos com saúde.

A União estaria obrigada a investir o mesmo valor orçamentário de 1999 mais 5% e a correção pela variação nominal do Produto Interno Bruto (PIB). Estados e Municípios destinariam, respectivamente, 12% e 15% da arrecadação. O problema é que a lei depende de regulamentação pelo Congresso.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: dilmacampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG