PT quer 70% dos votos válidos na Bahia

Maiores colégios serão priorizados na campanha do 2º turno

Lucas Esteves, iG Bahia |

Na Bahia, Dilma Rousseff (PT) conquistou em 3 de outubro uma votação que, ainda que tenha sido campeã, não foi grande como costuma ser na média das eleições presidenciais. Para mudar este quadro e garantir que a Bahia tenha grande expressividade nos votos da petista, o PT baiano e os aliados da chapa que reelegeram Jaques Wagner decidiram que os maiores colégios eleitorais no Estado serão priorizados na campanha do 2º turno. O objetivo expresso é obter 70% dos votos válidos entre os baianos.

A declaração numérica é do presidente estadual do partido, Jonas Paulo. Para ele, é importante crescer mais nos municípios como Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Itabuna. Destes quatro, apenas Conquista deu vitória a Serra, mas ou outros tiveram média menor de votação petista. Este ano, o fenômeno se deu pela influência de Marina Silva, que em Salvador, especificamente, ficou à frente de Serra.
A estratégia principal para conquistar estes votos, segundo Jonas Paulo, é o convencimento no corpo-a-corpo e em especial a mobilização dos movimentos sociais. Para isto, o comitê da campanha feminina de Dilma em Salvador se organizou para fazer um trabalho específico com as mulheres da capital. O dirigente confirmou que o principal mote de convencimento continuará a ser o alinhamento de projeto político de Dilma com o presidente Lula contra um suposto regresso aos tempos de FHC com Serra.

    Leia tudo sobre: eleições bapteleições dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG