PT no CE pressiona Cid e reforça Pimentel ao Senado

Partido não abre mão de lançar deputado na chapa do governador. No entanto, Cid resiste e estuda aliança branca com Tasso (PSDB)

Andréia Sadi, iG Brasília |

O PT no Ceará se reuniu na noite da última segunda-feira para reafirmar o apoio ao deputado federal José Pimentel, candidato a uma vaga ao Senado pela chapa do governador Cid Gomes (PSB). O partido no Estado pressiona Cid para anunciar a parceria com o deputado após o governador declarar que apoiará a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, mas hesitar incluir Pimentel no pacote.

Cid já declarou que uma vaga será de Eunício Oliveira (PMDB), mas ainda não fechou questão a respeito da segunda. Ele cogita uma aliança branca com Tasso Jereissati (PSDB-CE), proposta rejeitada pelos petistas. A família Gomes tem um histórico de aliança com Tasso, candidato à reeleição e que terá dificuldades caso Pimentel dispute numa chapa forte. “Tem impedimento legal para isso. As decisões do TSE impedem qualquer aliança formal neste sentido, de uma aliança com o PSDB”, disse Pimentel ao iG .

Tasso apóia o candidato nacional do PSDB, José Serra, na corrida pelo Planalto. Em 2006, Cid foi eleito com o apoio velado de Tasso. Por isso, ele quer retribuir a ajuda ao tucano, como “última fatura ao galeguinho” _como o tucano é chamado no Ceará.

Pimentel descartou, por ora, um rompimento do PT no Estado com o governador Cid. “Isto está fora da agenda. Temos uma aliança com o governador. Ele é o nosso governado”, garantiu. Na semana passada, o vice- presidente da Executiva petista no Ceará, José Guimarães, disse à reportagem que o partido quer manter a aliança, mas deixou claro ser fundamental lançar Pimentel para o Senado.

A homologação da pré-candidatura de Pimentel deveria ter sido neste sábado. Porém, a pedido do presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, o evento foi adiado para dia 19 de junho. O iG apurou que o próprio Cid Gomes fez pressão. O governador cearense já adiantou aos petistas que só mantém a aliança com o PT cedendo a vaga de vice, atualmente ocupada por Francisco Pinheiro.

Ontem, o encontro do PT convidou as principais lideranças locais. Reuniu cerca de 400 pessoas.  Ao convocar a militância para debater o quadro eleitoral, o partido deixou claro que a presença de Pimentel seria o grande destaque. “Debate sobre as eleições com nosso pré-candidato ao Senado “, grafava o convite. "Desta vez, com a presença de José Pimentel", reafirmava o panfleto.

    Leia tudo sobre: José PimentelCearáCid Gomes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG