PT não se abala com resultado do Datafolha

Estratégia de campanha não muda, mas objetivo é fortalecer Dilma em determinados Estados

Andreia Sadi, iG Brasília |

A pesquisa do Datafolha que aponta empate técnico dos presidenciáveis José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff não abalou o PT. O comando da campanha da ex-ministra menosprezou o levantamento ao dizer que ele não “reflete a realidade” e apresenta alguns desvios na região Sul do País. Para abrir vantagem na região, a campanha focará o trabalho em Estados como Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná para fortalecer Dilma, mas descartou mudanças na estratégia.

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, lembrou que o palanque de Dilma no Paraná só foi definido nestes últimos dias, com a confirmação de Osmar Dias (PDT) para governo. Dutra disse que os resultados estão dentro do previsível.

Segundo o levantamento publicado pelo jornal “Folha de S. Paulo”, o tucano está com 39% das intenções de voto contra 38% da candidata Dilma Rousseff (PT). Marina Silva (PV) tem 10%.

“Com toda essa exposição de Serra nos programas do PPS, DEM, PTB eles estão comemorando o empate?”, ironizou o presidente do PT.

“Eles estão com muitos problemas. Não teve muita alteração. De qualquer forma, está bom para nós”, completou o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza.

Aliados do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, disseram nesta sexta-feira que já esperavam o resultado de empate técnico demonstrado pela pesquisa Datafolha.

    Leia tudo sobre: DatafolhaPTPSDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG