PT minimiza vantagem de Alckmin e diz que distância já foi maior

Candidato do partido ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante ficou 29 pontos atrás do tucano em pesquisa Vox Populi/Band/iG

Matheus Pichonelli, iG São Paulo |

Para Emidio de Souza (PT), prefeito de Osasco e coordenador da campanha do senador Aloizio Mercadante (PT) ao governo de São Paulo, o cenário apontado pela pesquisa Vox Populi/Band/ iG confirma uma tendência que já era esperada pelo comando petista. Apesar de admitir a desvantagem em relação ao rival tucano Geraldo Alckmin (PSDB), Emidio afirma que a dianteira do adversário é menor se comparada ao período da pré-campanha. “A diferença já foi de 40 pontos”, diz.

A pesquisa Vox Populi/Band/ iG divulgada nesta segunda-feira dá a Alckmin 47% das intenções de voto na corrida em São Paulo. Mercadante vem em segundo lugar, com 18%.

Segundo Emidio, o fato de o quadro permanecer praticamente inalterado desde a última pesquisa, divulgada em maio, não é preocupante. Apesar da distância entre os candidatos, mesmo com o candidato petista tendo cumprido uma agenda mais extensa que seu adversário nas últimas semanas, Emidio afirma que não será necessário alterar a estratégia da campanha neste momento.

“Foi um período em que não houve grandes fatos novos ( na política ). E teve ainda a Copa do Mundo. Para um Estado grande como São Paulo, só depois do horário eleitoral é que você fala com o grande público”.

O coordenador lembrou que a estratégia da campanha é levar a disputa ao segundo turno. “O que conta é que há um início de uma longa queda do Alckmin, que sempre acontece. O Alckmin tinha 45% nesse período em 2008 ( na disputa pela prefeitura de São Paulo ) e terminou com 22%”, afirma o prefeito de Osasco, que ressalta que o candidato petista obteve 32% na última eleição. “Este é o nosso piso.”

Segundo ele, a expectativa é que, ao longo da campanha, a candidatura de Dilma Rousseff (PT) cresça em São Paulo e fortaleça Mercadante. Se ela for eleita presidente no primeiro turno, aposta, todas as atenções, e apoios, serão voltados para a disputa no Estado.

    Leia tudo sobre: PesquisaVox PopuliEstados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG