PT diz que invasão a diretório de Mauá está sob investigação

Em nota, partido afirma que há uma 'ânsia' de acusadores de fazer ataques ao PT e a seus candidatos

iG São Paulo |

O Diretório do PT no Estado de São Paulo divulgou nota no início da noite deste sábado dizendo desconhecer "qualquer acontecimento no Diretório Municipal do PT de Mauá". A nota afirma que o "engano se deve à ânsia dos acusadores de fazerem ataques ao PT e às nossas candidaturas".

Na tarde deste sábado, a campanha do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, anunciou que entrará com duas ações judiciais para pedir a investigação da violação do sigilo fiscal da filha de Serra e de pessoas ligadas ao PSDB. Entre os argumentos dados para essas ações, os tucanos dizem que a invasão ao diretório do PT em Mauá, na quarta-feira, foi planejada pelos petistas para ocultar uma suposta ficha de filiação do contador Antonio Atella Ferreira, pivô no caso da quebra do sigilo.

A nota afirma ainda que o "ocorrido é objeto de inquérito policial".

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições serraeleições dilmaptsigilo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG