PT define vice de Mercadante apenas no dia 26

Pré-candidato petista ao governo de São Paulo critica valor dos pedágios e fala em redução de preços

Agência Estado |

O pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, senador Aloizio Mercadante, disse neste sábado que o nome do candidato a vice de sua chapa será anunciado apenas na convenção estadual do PT, no próximo sábado, dia 26. O PT estuda três nomes para a vaga.

Dois nomes são do PDT, o do deputado estadual Major Olímpio e do ex-prefeito de São José do Rio Preto Manoel Antunes. O terceiro nome é do senador Eduardo Suplicy (PT).

Algumas alas dentro do PT rejeitam os nomes apontados pelo PDT e querem uma chapa puro-sangue. As discussões chegaram a um impasse na semana passada, quando o nome do vice de Mercadante deveria ter sido anunciado na convenção do PDT, no sábado passado.

O nome mais cotado é do Major Olímpio, mas o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, pressiona para que Antunes seja o escolhido. Questionado sobre as possíveis escolhas, o senador Eduardo Suplicy disse que aceitará a vaga se for chamado.

Pedágio

Mercadante defendeu a renegociação dos valores dos pedágios cobrados nas estradas paulistas, considerados por ele "abusivos". Ele disse que, se eleito, fará uma revisão dos contratos. "A intenção é negociar um desconto a partir da cláusula de equilíbrio econômico-financeiro. Os preços estão abusivos e prejudicam o desenvolvimento de algumas regiões do interior de São Paulo".

De acordo com o pré-candidato, pedágios e presídios estão afastando investimentos do Estado. Segundo levantamento citado por ele, 440 municípios paulistas respondem por apenas 5% do PIB estadual. Dentre esses, 218 municípios registram redução demográfica. "A população está fugindo dessas cidades, principalmente os jovens."

Segundo Mercadante, um caminhão de seis eixos que circule durante um ano pelas estradas paulistas gastaria R$ 117 mil de pedágio e R$ 113 mil de combustível.

O pré-candidato do PT participou neste sábado, na capital paulista, da convenção estadual do PCdoB, que lançou o cantor e apresentador Netinho de Paula ao Senado, na coligação com o PT.

Também foram lançados candidatos do PCdoB para deputado federal o delegado Protógenes Queiroz e para deputada estadual a cantora e sambista Lecy Brandão. Estiveram presente no evento a pré-candidata do PT ao Senado Marta Suplicy, além de dirigentes das duas legendas.

    Leia tudo sobre: MercadanteSão Pauloeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG