PT de SP reúne-se para definir campanha de Dilma

Partido tenta estratégia para atrair votos de Marina Silva

Agência Estado |

selo

A cúpula do PT paulista e o comando da campanha do candidato derrotado do partido ao governo, Aloizio Mercadante, iniciam hoje a discussão da estratégia para o segundo turno nacional em São Paulo. No Estado, que foi priorizado pelos petistas na reta final de campanha, o ex-governador José Serra (PSDB) obteve 40,67% dos votos válidos e Dilma Rousseff (PT) conseguiu 37,3%.

O desafio dos petistas em São Paulo é tentar buscar o máximo dos votos possíveis de Marina Silva (PV), que chegou a 20,77% do eleitorado paulista. O desafio será difícil, pois o PV de São Paulo é muito próximo ao PSDB de Serra e fez parte do secretariado do ex-governador.

Segundo o presidente do PT paulista, deputado estadual eleito Edinho Silva, hoje, às 16 horas, na sede do partido na capital paulista, haverá a primeira reunião da qual participarão membros da Executiva, do comando da campanha de Mercadante, o próprio candidato, o senador Eduardo Suplicy (PT) e a senadora eleita Marta Suplicy (PT). Amanhã, às 14 horas, haverá outra reunião, ampliada, com todos os deputados, entre atuais, eleitos e reeleitos, além de prefeitos do PT no Estado.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições sp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG