PT cobra na Justiça explicações de Serra

Partido interpelou tucano após declaração em que responsabilizou Dilma por tentativa de produzir dossiês

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

O Diretório Nacional do PT protocolou no início da tarde desta segunda-feira, no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo, um pedido de explicações ao pré-candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra. O PT quer saber se Serra confirma à Justiça declarações feitas à imprensa na semana passada, nas quais acusa a adversária Dilma Rousseff (PT) de responsabilidade na produção de dossiês contra outros candidatos.

O pedido de explicações é o primeiro para abertura de um possível processo por difamação (pena de três meses a um ano de detenção mais multa) contra o pré-candidato tucano. O pedido agora será distribuído a um dos juízes do fórum. Caso o juiz acate o pedido, será estipulado um prazo, geralmente entre 10 e 15 dias, para que Serra se explique. “Difícil vai ser citar o Serra porque ele está viajando o Brasil em campanha”, disse o advogado Igor Tamasauskas.

Na semana passada, diante das reportagens dando conta de uma tentativa de montar uma central de produção de dossiês, abortada por uma ala do PT, Serra disse, em um evento na Associação Comercial de São Paulo: “A principal responsabilidade por esse novo dossiê é da candidata Dilma Rousseff. Disso eu não tenho dúvida, assim como o principal responsável pelo dossiê dos aloprados (em 2006) foi o Aloizio Mercadante e como a principal responsabilidade por dossiês em 2002 foi do Ricardo Berzoini. Além disso Serra disse que o PT criou um “bunker” em 2002 e que o partido tem “tradição” em dossiês.

Na petição protocolada na tarde desta segunda-feira os advogados do PT pedem que Serra confirme ou esclareça sete pontos das declarações: se afirmou que “o PT tem tradição na produção de dossiês”, que Dilma e Mercadante têm responsabilidade pelos documentos produzidos agora e em 2006, que o PT formou um “bunker” sob comando do ex-presidente do partido, Ricardo Berzoini, e qual o sentido que desejou imprimir às palavras “dossiê”, “bunker” e “responsabilidade”. Os advogados questionam ainda qual o objetivo das declarações.

    Leia tudo sobre: dossiêjosé serradilma rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG