PT pede investigação de e-mail falsamente atribuído ao PT

Partido quer saber autoria de mensagem divulgada na internet que incentiva militantes do PT a combater a igreja

Ricardo Galhardo, iG São Paulo | 19/10/2010 15:10

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-

 

 

O PT de São Paulo instruiu seus advogados a registrar um boletim de ocorrência para investigar a autoria de um e-mail que tem circulado nos últimos dias falsamente atribuído ao partido. O e-mail com o título “A Igreja é contra o PT. Vamos combatê-la!” tem como origem o blog PT 20 Anos no Poder que, apesar de exibir a estrela vermelha do partido, não é de autoria do PT.

A direção do diretório paulista desconfia tratar-se de contra-informação disseminada por apoiadores da candidatura do tucano José Serra. O texto, considerado radical, acirra a disputa entre setores católicos conservadores e Dilma Rousseff (PT), que a coordenação da campanha quer sepultar, além de trazer informações falsas como o suposto processo do PT contra a diocese de Guarulhos.

“Este caminho já foi traçado pelo companheiro Hugo Chávez na Venezuela: depois de sofrer uma campanha sórdida como a que estamos sofrendo agora, decretou a laicidade do Estado, e agora é o governo venezuelano que controla sua própria Igreja. O PT já está processando a Diocese de Guarulhos (SP) por conta da tentativa de interferir no processo eleitoral, mandando imprimir panfletos que denigrem nosso partido e nossa candidata”, diz o e-mail.

Além disso o texto tem erros grosseiros como ao defender mais espaço para o teólogo Leonardo Boff na hierarquia da Igreja. Ex-frei franciscano, Boff se desligou da Igreja em 1992 depois de ameaças de excomunhão do então cardeal Joseph Ratzinger, prefeito da Congregação para Doutrina e Fé do Vaticano, que em 2005 seria eleito papa com o nome Bento XVI.

    Notícias Relacionadas



    Busca Por Candidatos

    Ver de novo