PSDB vai acompanhar reação de eleitores ao debate

Partido vai monitorar cinco Estados com um aparelho usado para sinalizar o que mais agradou ou desagradou os eleitores

Agência Estado |

selo

O marqueteiro da campanha de José Serra (PSDB) à sucessão presidencial, o jornalista Luiz González, explicou hoje de que forma o PSDB vai monitorar a avaliação dos eleitores em relação ao desempenho dos candidatos durante o debate da TV Bandeirantes, realizado hoje (5). De acordo com ele, o partido vai monitorar grupos em cincos Estados - São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco -, que vão utilizar um aparelho, conhecido como perception analyzer, para sinalizar quais momentos e discussões mais os agradaram ou desagradaram no debate.

O aparelho funciona como se fosse um seletor de canais, como aqueles dos antigos televisores, indicando indiferença, satisfação ou desagrado. Ao fim do debate, os tucanos gerarão um gráfico, que irá demonstrar a avaliação geral dos eleitores em relação aos temas discutidos. "Dá para saber exatamente quais pontos as pessoas desaprovaram", explicou o marqueteiro.

Além desses grupos, o PSDB fará também análises com dois mil eleitores consultados por telefone em todo o País. De acordo com González, eles foram selecionados de forma aleatória e responderão a um questionário. Esses 2 mil eleitores, segundo o marqueteiro, já aceitaram participar do levantamento e vão responder à pesquisa assim que o debate acabar.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG