PSDB promete oposição forte e 'sem concessões' ao governo Dilma

Em carta de agradecimento à miltância, Sérgio Guerra nega ser a 'favor do quanto pior melhor'

Agência Brasil |

“Nunca fomos, e não seremos agora, a favor do quanto pior melhor”, disse hoje (4) o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), em carta dirigida à militância do partido. Ao falar sobre o papel que os tucanos terão em relação ao governo de Dilma Rousseff , ele assinalou que urnas deram ao PSDB a obrigação de fazer uma oposição forte e “sem concessões”.

Para cumprir essa tarefa, o senador disse que precisará, mais do que nunca, da ajuda permanente dos tucanos de todo o País. A carta de agradecimento foi encaminhada hoje pelo presidente do PSDB aos candidatos, colaboradores, militantes e simpatizantes do partido pelo que eles fizeram na defesa das propostas e dos candidatos tucanos nesta eleição.

Na carta, o senador afirma que nada foi fácil nesta caminhada. “Sabemos que sem vocês não teríamos força para chegar aonde chegamos. Sabemos também que temos pela frente a tarefa de fazer o nosso partido avançar muito mais na sua organização e na sua integração com a sociedade”.

O tucano afirma ainda que foi com a ajuda e a força da militância, dos candidatos, simpatizantes e colaboradores que o PSDB saiu maior e mais forte, elegendo oito governadores de importantes estados e mantendo bancadas representativas no Congresso Nacional e nas assembleias legislativas.

    Leia tudo sobre: eleições dilmaeleições serrapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG