PSDB entra com 21 ações contra Dilma por invasão de propaganda

Tucanos acusam a coligação petista de usar o espaço destinado às candidaturas proporcionais para promover Dilma

Severino Motta, iG Brasília |

O PSDB enviou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mais 21 representações contra a coligação encabeçada por Dilma Rousseff (PT). Os tucanos alegam o horário eleitoral destinado às candidaturas proporcionais – de deputados Estaduais e federais – está sendo usado para fazer propaganda favorável à candidatura Presidencial. Por isso, pedem que seja descontado tempo da publicidade petista e dos aliados.

Nesse novo pacote de representação – outras seis pelo mesmo motivo foram apresentadas na semana passada – o PSDB alega um caso de invasão na propaganda de São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal, Paraná, além de outros 17 em Santa Catarina.

Os tucanos se baseiam no artigo 53-A da Lei Eleitoral. O dispositivo diz que "é vedado aos partidos políticos e às coligações incluir no horário destinado aos candidatos às eleições proporcionais propaganda das candidaturas a eleições majoritárias, ou vice-versa, ressalvada a utilização, durante a exibição do programa, de legendas com referência aos candidatos majoritários, ou, ao fundo, de cartazes ou fotografias desses candidatos".

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições dilmaeleições serratse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG