PSB e PDT se aproximam do PSDB no Mato Grosso

O senador eleito Pedro Taques e Mauro Mendes sinalizam apoio à candidatura de José Serra

Kelly Martins, iG Mato Grosso |

O candidato derrotado ao governo Mauro Mendes (PSB) e o senador eleito Pedro Taques (PDT) sinalizam aproximação com o PSBD no Estado e o apoio a José Serra (PSDB) na campanha presidencial. Ambos estão magoados com a falta de apoio da presidenciável Dilma Rousseff no primeiro turno das eleições em Mato Grosso.

Mas eles temem ser "enquadrados" por infidelidade partidária, porque os partidos aos quais pertencem compõem a base aliada do PT. O deputado Percival Muniz, presidente do diretório regional do PPS, que também defende a candidatura de Mendes, garante que os líderes da coligação "Mato Grosso Melhor Pra Você" vão aliar-se a Serra.

O líder socialista observa que a mudança é benéfica para "oxigenar" a disputa e pontua que Dilma não cumpriu com os acordos partidários. Isso por que a petista não subiu no palanque do PSB e PDT quando veio a Mato Grosso, declarando apenas o apoio do governador reeleito Silval Barbosa (PMDB).

A atitude teria contrariado o acordo feito entre a liderança nacional do PT com o PSB "Ele (Serra) é o mais preparado e vai crescer no Brasil com visão muito simples, pois, a democracia precisa se oxigenar. São oito anos de PT e está na hora de ter outro governo," avalia.

Primeiro turno

No primeiro turno da eleição em MT, Serra levou a melhor sobre a ex-ministra. Enquanto o tucano recebeu 678,6 mil votos (44,16%), a petista ficou com 636 mil votos, ou 42,93% do total. Agora, as cúpulas do PSDB e DEM contam com o apoio do PPS e articulam as adesões do PSB e do PDT.

A aproximação dos partidos era esperada diante da estratégia de "união" usada por Mendes e o candidato ao governo Wilson Santos (PSDB), para evitar a reeleição do governador. O socialista foi o segundo colocado na disputa com 31,85% dos votos. O tucano conseguiu 16%. Barbosa garantiu a vitória no primeiro voto com 51,21%.

    Leia tudo sobre: eleições msmendes mstaques msserra eleiçõesalianças

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG