Programa de Aleluia surpreende pela agressividade

Sem citar o nome de Jaques Wagner, propaganda do candidato demista ao Senado trata o governador como 'safado'

Lucas Esteves, iG Bahia |

O primeiro programa de José Carlos Aleluia (DEM) no horário eleitoral gratuito, apresentado nesta quarta-feira, destoou do caráter introdutório exibido por seus adversários e surpreendeu pela agressividade. Para tentar promover um projeto do candidato demista ao Senado que tramita na Câmara dos Deputados, Aleluia chamou o governador Jaques Wagner, mesmo sem citar seu nome, de “safado”.

A propaganda exibiu um ator que fazia o papel de um baiano de uma região pobre e que se revoltava com promessas feitas pelo atual gestor na campanha e que nunca se tornaram realidade. Em tom agressivo, o texto disparava contra o governador. “Colocaram lá um safado que disse que faria um monte de coisas e até hoje nada”, disse o ator, em clara alusão ao governador candidato à reeleição.

Na continuação da cena, o personagem diz que, para retirar a “corja” do poder, é preciso usar o voto como arma. A montagem divulga o projeto “Justa Causa”, lançado recentemente e que visa “demitir” políticos que, eleitos para cargos, não cumpram promessas de campanha, assim como ocorre nas relações profissionais comuns. “Alguns dizem que estou mexendo na onça com vara curta, não tenho nada a temer”, disse o deputado federal em sua fala ao final da inserção.

Aleluia é conhecido como um dos parlamentares que tece mais duramente críticas ao governo Lula e, no último ano, virou sua artilharia contra o governador Jaques Wagner, já na preparação oficial para a campanha de 2010. Devido ao tom geralmente belicoso que apresenta, foi apelidado na última semana durante encontro dos candidatos ao Senado na TV Aratu, retransmissora do SBT na Bahia, de “metralhadora giratória” pela adversária Lídice da Mata (PSB).

    Leia tudo sobre: eleições basenadoaleluia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG