Para Marcos Coimbra, afirmação de presidenciável sobre pesquisa que mostrou o tucano com 39% e Dilma com 51% é "decepcionante"

O presidente do instituto de pesquisas Vox Populi, Marcos Coimbra, lamentou os comentários do candidato do PSDB à Presidência, José Serra , sobre o resultado da última pesquisa divulgada. No levantamento, o candidato apareceu com 39% das intenções de voto, contra 51% da candidata do PT, Dilma Rousseff .

Durante visita à cidade de Maringá, no Norte do Paraná, Serra voltou a criticar o instituto. “Às vezes, algumas pesquisas não são bem feitas e outras são alugadas, como é o caso do Vox Populi”, disse. Na terça-feira, em uma coletiva de imprensa convocada, o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, chamou a pesquisa presidencial do Vox Populi “sem vergonha”.

Em entrevista ao iG, Coimbra, avaliou como lastimável a declaração do presidenciável. “É lamentável ouvir este tipo de coisa pela milésima vez. Não é surpresa, mas ainda assim é decepcionante ouvir pessoas respeitáveis dizendo o mesmo que outras pessoas que não são respeitáveis.”

De acordo com Coimbra, o instituto faz pesquisas para os dois partidos, PT e PSDB. “Ele (Serra) sabe disso (que o Vox faz pesquisas para os dois partidos), por isso digo que é lamentável. Mas se tivesse que me incomodar cada vez que ouço isso, tinha que mudar de profissão”, disse.

No mesmo dia, Serra criticou o resultado da pesquisa Ibope, que apontou liderança da sua adversária, com 51% da preferência dos votos, contra 40% do tucano. “Os institutos passaram um vexame no primeiro turno, inclusive o Ibope errou até na pesquisa de boca de urna na eleição”, afirmou. O Ibope, por meio da sua assessoria de imprensa, no entanto, disse que o instituto preferia não comentar o assunto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.