PRE-BA denuncia PV baiano por propaganda indevida

Partido alega que a intenção é despertar o interesse da comunidade para a filiação ao PV baiano. PRE quer multa de até R$ 25 mil

Lucas Esteves, iG Bahia |

A Procuradoria Regional Eleitoral da Bahia (PRE-BA) denunciou o PV estadual por suposta propaganda eleitoral antecipada em prol do candidato do partido ao governo, deputado federal Luiz Bassuma. Segundo a acusação do órgão, a legenda se aproveita de uma campanha publicitária em outdoors, adesivos espalhados pela cidade e um site na internet para, de maneira subliminar, fixar o nome do concorrente.

A campanha, batizada pelo PV como “Assuma o Verde”, tem na primeira palavra uma possível associação com o nome de Bassuma. A PRE alega que o slogan faz alusão direta ao site assumaoverde.com.br, espaço virtual que hospeda informações do deputado que disputa o governo. Plotagens irregulares de carros que circulam pela cidade com o número do partido também foram alvo da acusação. A PRE quer que Bassuma seja multado entre R$ 5 mil e R$ 25 mil.

O PV respondeu à ação da PRE em comunicado oficial em que atesta que a campanha “Assuma o Verde” serve, na verdade, para despertar o interesse da comunidade para a filiação ao PV baiano. O conteúdo do site, afirma a legenda, trata de temas ligados ao histórico de lutas do partido, como meio-ambiente e sustentabilidade. Os links listados na página estariam no local apenas para informar o eleitor mais profundamente sobre personagens ilustres do partido, da mesma maneira que atuam no site oficial do PV-BA. Bassuma confirmou que recorrerá da acusação junto à PGE.

Lançada no primeiro semestre, a campanha teve início pouco tempo depois que o deputado foi definido como o candidato pelo PV ao governo da Bahia. Bassuma chegou ao grupo no ano passado vindo do PT, onde sofreu processo de expulsão por não abrir mão de convicções pessoais relativas ao aborto e que foram consideradas “radicais” pelo partido.

A filiação do deputado ao PV ocorreu em sintonia com a de Marina Silva no âmbito nacional. Assim, a exemplo da representação nacional, o PV baiano decidiu abandonar o posto histórico de apoiador do PT para assumir uma postura de maior protagonismo na política regional. Há a promessa de gastar R$ 5 milhões na campanha, o que exigirá, segundo os dirigentes baianos da legenda, criatividade durante o processo para promover o nome de Bassuma.

    Leia tudo sobre: PVBahiaLuiz Bassuma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG