PPS da Bahia apoia Geddel e encerra polêmica

Apesar de divergências internas, partido anunciou neste sábado seu apoio à candidatura de Geddel Vieira Lima

Lucas Esteves, iG Salvador |

O PPS da Bahia fechou apoio à candidatura de Geddel Vieira Lima (PMDB) ao governo do Estado em convenção realizada neste sábado  em Salvador e, assim, encerrou uma polêmica que movimentava os bastidores políticos do estado.

Esta semana, o presidente do partido em Salvador, Virgílio Pacheco, chegou a anunciar que o partido apoiaria o adversário Paulo Souto (DEM) em 2010, o que causou muito bate-boca entre as lideranças locais.

Entretanto, o caminho defendido pela maioria em ficar com o ex-ministro da Integração Nacional prevaleceu, uma vez que já estava acordado em reuniões deliberativas desde o início do ano. Segundo o presidente estadual do PPS, Geroge Gurgel, houve desentendimento entre integrantes do partido no momento de fechar o apoio, mas o diálogo prevaleceu e, com maturidade, o grupo decidiu seguir o PMDB mesmo com a manifestação dos descontentes. Para isto, no entanto, foi preciso a intervenção de representantes nacionais do PPS.

Assim, o partido entra para o grupo de apoiadores de Geddel Vieira Lima, que já soma outras seis legendas: PRP, PTdoB, PMN, PTC, PSDC e PMN, além do próprio PMDB como “cabeça” da coligação. A convenção peemedebista ocorre na próxima segunda-feira (21) em Salvador a partir das 9h.

    Leia tudo sobre: Bahiaeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG