Polícia Federal tenta prender parentes de Marina Silva

Após o mal entendido, a família de Marina seguiu para a casa do pai da candidata, que fica na perferia da cidade

Rodrigo Rodrigues, enviado ao Acre |

Atenta a qualquer sinal de compra de voto, a Polícia Federal de Rio Branco, no Acre, quase prendeu neste domingo todos os familiares da candidata do PV, Marina Silva . A presidenciável votou neste domingo no Acre e levou toda a família para acompanhar a votação. A família de sete irmãs, um irmão e o pai, Pedro, foi transportada numa van cinza, estacionada há poucos metros da seção eleitoral da candidata.

Após a votação, policiais federais encostaram na van e pediram documentação do dono do automóvel e das pessoas que estavam dentro. Segundo um dos policiais, a PF recebeu uma denúncia de que a van estava transportando passageiros para votação, infringindo a lei eleitoral, que proíbe a prática sob a justificativa de crime eleitoral.

O mal entendido só foi resolvido depois que um integrante do PV acriano ligou para o delegado federal da cidade, avisando que se tratava da família da presidenciável Marina Silva. Uma das irmãs de Marina, Maria do Socorro, disse ao iG que um dos soldados da PF fez até o comentário: "Nossa, eu bem que achei a senhora parecida com a Marina".

Após o mal entendido, a família de Marina seguiu para a casa do pai da candidata, que fica na perferia da cidade. A família acompanhará a apuração no comitê de campanha da candidata em Rio Branco. No momento do mal entendido, Marina já tinha saído do Incra e seguia para o aeroporto de Rio Branco, onde embarcou para São Paulo, onde acompanhará a apuração dos votos. Ela não presenciou o mal entendido com a Polícia Federal.

Enquanto Marina votava, a Polícia Federal recebeu uma denúncia de que a candidata estaria transportando eleitores em uma van para que pudessem votar nela. Os policiais foram até o hotel para averiguar a denúncia. Ao chegar no local, descobriram que a van levava, na verdade, parentes da candidata do PV.

    Leia tudo sobre: eleições marinaeleições acPF

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG