Polícia Federal apreende material contra Cid Gomes

Planfletos com referência à matéria da Veja foram apreendidos no comitê da coligação que apoia Lúcio Alcântara

Lauriberto Braga, iG Ceará |

A Justiça Eleitoral com ajuda da Polícia Federal (PF) realizaram no final da manhã de hoje apreensão de material de campanha no comitê central do candidato a governador do Ceará, Lúcio Alcântara (PR). A operação apreendeu panfletos que exploravam a matéria veiculada na revista Veja desta semana, que acusa o governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição, de envolvimento no desvio de R$ 300 milhões de recursos federais.

A Justiça Eleitoral em seu despacho afirma que a coligação "Pra Fazer Brilhar o Ceará" (PR-PPS), que apoia a candidatura de Lúcio Alcântara, se aproveitou de matéria publicada pela revista para adicionar "acusações rasteiras" contra Cid Gomes. A Justiça destaca ainda na determinação que os panfletos configuram "propaganda irregular, uma vez que o candidato Lúcio Alcântara tinha como objetivo tirar vantagem eleitoral da reportagem".

O despacho contém ainda a Certidão Negativa de Antecedentes Criminais de Cid Gomes expedida pela PF e Certidão do Ministério Público, em que atesta que não existe acusação contra o governador e seu irmão Ciro Gomes, também apontado pela reportagem da Veja no envolvimento no desvio. A Justiça Eleitoral identificou que o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) que consta no material apreendido é de uma gráfica não registrada na Receita Federal.

Outro lado
Em nota emitida agora há pouco, a coligação que apoia a candidatura de Lúcio Alcântara (PR) afirma que não tem envolvimento com o material apreendido. Segundo a defesa, foram "dois panfletos amassados no chão, com cópia da matéria publicada esta semana pela revista Veja , que traz denúncias contra o governador Cid Gomes e seu irmão, deputado Ciro Gomes. Esse foi o saldo encontrado pelos fiscais do TRE, responsáveis por coibir propaganda irregular durante a campanha".

A coligação de Lúcio reforça ainda que "após receber denúncia, os fiscais compareceram, na manhã desta terça-feira, 21, ao comitê central da coligação Para Fazer Brilhar o Ceará, na avenida Padre Antônio Thomaz, e só encontraram os dois panfletos amassados no chão.

Segundo o coordenador jurídico da coligação, Irapuan Camurça, nada ilícito que possa ser atribuído à coligação ou ao candidato foi encontrado no comitê. “Nossa campanha é pautada pela ética e pela boa conduta eleitoral que sempre marcaram a vida do candidato ao governo, Lúcio Alcântara.”

    Leia tudo sobre: eleições ceTRE-CEcid gomeslúcio alcântara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG