Piauí: Wilson Martins quer mobilizar governadores pela Saúde

Governador reeleito do Piauí tentará discutir aumento dos repasses para o setor

Agência Estado |

O governador reeleito do Piauí, Wilson Martins (PSB), está mantendo contato com outros governadores para discutir repasses de recursos para saúde com a presidente eleita Dilma Rousseff. Ele defende a regulamentação da Emenda Constitucional 29 e a recriação da CPMF com recursos exclusivamente para aplicação em saúde.

A presidente eleita Dilma Rousseff confirmou que uma das primeiras ações de governo será se reunir com os governadores para tratar da saúde e segurança. Martins disse que teve uma conversa preliminar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os governadores eleitos Cid Gomes (CE), Eduardo Campos (PE), Renato Casagrande (ES) e Jaques Wagner (BA) também apresentaram a proposta a presidente eleita.

Wilson Martins é medico neurologista e disse que pretende priorizar a saúde no seu governo. Mas alegou que os Estados precisam de repasses de recursos para conseguir manter a saúde em níveis aceitáveis. "É um setor caro e precisamos ter no mínimo um médico de plantão, realizar os exames básicos, ter medicamentos para minimizar a dor das pessoas que não têm plano de saúde e precisam de condições mínimas de saúde", argumentou o governador.

Para isso, ele tem que recorrer a recursos de financiamento como a regulamentação da Emenda 29, que destina um porcentual específico dos recursos do Orçamento da União para a saúde. Além disso, a reedição da CPMF vai garantir ações básicas na saúde, segundo ele. "Quem paga CPMF são os ricos, os grandes. Então, os ricos é que vão financiar a saúde dos pobres, dos que não têm plano de saúde e dependem do governo para fazer qualquer tipo de tratamento", justificou.

Wilson Martins estará nesta quarta-feira em Brasília, onde terá audiências em alguns ministérios e pretende apresentar o projeto para reforçar os recursos para o setor de saúde. Ele ainda defende que a gestão da saúde seja profissionalizada. "Temos uma série de projetos que devem ser implementados com ajuda do governo federal. Vamos cobrar ajuda, sobretudo para os Estados mais pobres como o Piauí", assinalou.

Por meio de sua assessoria, o governador reeleito de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), disse que vai aguardar a formalização do convite de Dilma Rousseff para a reunião com os governadores sobre as áreas de saúde e segurança. Anastasia assegura que irá à reunião. Ele, porém, não adiantou propostas para as áreas.

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições piwilson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG