Piauí volta às urnas para escolher entre PSB e PSDB

Eleitores do Estado vão escolher entre o socialista Wilson Martins e o tucano Silvio Mendes

iG São Paulo |

O governador Wilson Martins (PSB), candidato à reeleição, e o candidato pelo PSDB, Silvio Mendes, concorrem hoje à chefia do Executivo no Piauí. A disputa, caso as pesquisas se confirmem, pode ser acirrada, apesar da dianteira de Martins. Pesquisa Ibope divulgada ontem mostra o socialista com 54% das intenções de voto, enquanto o tucano tem 39%.

No primeiro turno, Wilson Martins teve 725.563 votos, o equivalente a 46,37% dos votos válidos. Sílvio Mendes teve 470.660 votos, ou 30,08%. Em terceiro lugar, o senador João Mendes (PTB) obteve 337.028 votos, ou 21,54%. O Piauí tem um eleitorado de 2.263.834 eleitores.

Como vice-governador, Martins assumiu o governo em abril após a renúncia de Wellington Dias (PT) para concorrer ao Senado. O candidato do PSB conseguiu construir uma ampla aliança formada por sete partidos. Ele foi também deputado estadual por três mandatos, secretário de Saúde de Teresina e presidente da Fundação Municipal de Saúde em 1993.

Martins conta com o apoio da candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT). No primeiro turno, quando a disputa apertou, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez gravações para o horário eleitoral gratuito pedindo votos para o candidato do PSB, partido que faz parte do arco de apoio de Dilma na eleição presidencial.

Atrás nas pesquisas, Mendes foi secretário de Saúde e presidente da Fundação Municipal de Saúde de Teresina de 1994 a 2004. O tucano chegou a ocupar a Prefeitura de Teresina em 2004 e 2008, mas renunciou ao cargo para concorrer ao governo piauiense. O tucano tem apoio do correligionário e candidato à Presidência da República, José Serra .

    Leia tudo sobre: piauíeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG