PGE quer multa de R$ 25 mil para Aécio por propaganda antecipada

Tucano teria pedido votos para Serra em junho, um mês antes da liberação para as campanhas

Severino Motta, iG Brasília |

A Vice-Procurador-Geral Eleitoral (PGE), Sandra Cureau, apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma representação contra o ex-governador Aécio Neves (PSDB), que disputa uma vaga no Senado por Minas Gerais. Alegando que o tucano fez propaganda fora de época para o candidato presidencial José Serra, a Procuradora pede que a Justiça aplique multa de R$ 25 mil ao mineiro.

De acordo com a representação, Aécio usou seu site na internet e veiculou vídeos pedindo votos para Serra. O material teria sido veiculado em junho, antes da liberação das campanhas, que aconteceu no dia seis de julho.

Num dos vídeos, que chegou a ser retirado do ar devido a determinação da Justiça Eleitoral Regional, Aécio dizia o seguinte: “Aquele mineiro ou aquele brasileiro que em qualquer momento teve a intenção de dar o seu voto em Aécio Neves continue votando em Aécio Neves, apertando no 45 e votando em José Serra na próxima eleição presidencial”.

De acordo com Cureau, os vídeos “demonstram o claro propósito de beneficiar o candidato José Serra na disputa eleitoral, bem como a potencialidade para influenciar a vontade do eleitor que acessa o sítio”.

    Leia tudo sobre: eleiçõespleito 2010tsepgraéciorepresentação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG