PF investiga compra de voto em cidade mato-grossense

Uma eleitora de Santo Antonio de Leverger (MT) teria recebido dinheiro e gasolina para que votasse em uma das coligações

Agência Estado |

selo

A Polícia Federal (PF) do Mato Grosso instaurou inquérito para investigar uma possível compra de votos nas eleições municipais de Santo Antonio de Leverger (MT), ocorridas no último domingo, 5. Segundo a PF, uma eleitora do município denunciou ao Ministério Público Estadual (MPE) que teria recebido R$ 110, além de 50 litros de combustível, para que votasse numa das coligações que participavam do pleito.

O dinheiro, entregue numa praça pública da cidade por um cabo eleitoral, teria sido dado em espécie e o combustível em notas de controle interno de um posto de gasolina local. O dinheiro, as notas de controle interno e um CD contendo as gravações foram apreendidos e deram início ao inquérito.

A conclusão das investigações devem ser encerradas em 30 dias. Caso se comprove a denúncia, os envolvidos estão sujeitos à pena de reclusão de até quatro anos e multa, segundo o artigo 299 do Código Eleitoral.

A nova eleição municipal em Santo Antônio do Leverger foi realizada após o prefeito eleito em 2008 ter seu mandato cassado por compra de votos, de acordo com a PF. A disputa nas urnas no município se deu entre três coligações. Do total de 14.071 eleitores, 2.444 não compareceram às urnas, 181 votaram em branco e 258 anularam o voto.

    Leia tudo sobre: PFcompra de votosMato Grosso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG