PF apreende carros com dinheiro e adesivos no Piauí

Dinheiro seria supostamente usado para pagamento de boca de urna em favor do candidato à reeleição, Wilson Martins (PSB)

AE |

selo

A Polícia Federal (PF) apreendeu três veículos com adesivos, lista de nomes e dinheiro trocado, supostamente para pagamento de boca de urna em favor do candidato à reeleição para o governo do Piauí, Wilson Martins (PSB). A PF ainda fez uma vistoria e fechou um comércio no bairro Mocambinho que reunia cabos eleitorais que supostamente apoiam o candidato do PSDB, Sílvio Mendes.

Mendes votou na seção 148, da 98ª zona eleitoral, e comentou o resultado da pesquisa Ibope que, tirando nulos, brancos e indecisos dá a vitória a seu opositor, o atual governador Wilson Martins, com 58% das intenções de votos. A pesquisa foi feita em 45 municípios, com 812 eleitores, nos dias 29 e 30, registrada no TRE/PI sob o nº 33486/2010. "Pedimos a nossa assessoria jurídica para impugnar os institutos, porque estão tentando fazer manipulação com intuito de influenciar o voto do eleitor. Consideramos um absurdo. Por outro lado, vejam o abuso, as apreensões, as tentativas de compra de votos. Isso é grave", reclamou Mendes, que vai acompanhar a apuração na Plug Propaganda, que fez sua campanha.

O governador Wilson Martins votou na seção 6, da 98ª zona eleitoral. Ele disse que estão querendo criar factóides sobre apreensões e compra de votos. "Fizemos uma campanha propositiva. Acreditamos no Piauí e nos piauienses. É o adversário que está desesperado e que fez uma campanha de denuncismo, enquanto eu fiz uma campanha propositiva", adiantou.

O advogado da coligação encabeçada pelo PSB, William Guimarães, disse que não tem nada demais nas apreensões. "Nós é que estamos fiscalizando eles. Houve uma ação do Ministério Público Eleitoral que apreendeu com a Polícia Federal dinheiro que estava sendo distribuído num comércio no bairro Mocambinho. Ao contrário deles, agimos com as autoridades e foi apreendido dinheiro de pessoas ligadas ao candidato Silvio Mendes. Isso é captação ilícita de sufrágio", reclamou o chefe da assessoria jurídica do PSB.

Quanto às apreensões, a Polícia Federal informou que por volta das 18h30 apresentará um relatório com o resultado das diligências e apreensões realizadas durante o dia. Pela manhã foram apreendidos três veículos que estariam fazendo boca de urna. Os agentes da polícia Federal não informam nem valores apreendidos e nem o nome das pessoas.

A juíza da 98ª zona eleitoral, Maria Luiza de Melo Moura, considera que a abstenção deve ser alta no segundo turno, em função do feriado de Finados. "Pelo que vimos, o comparecimento tem sido em torno de 60%", comentou. Ela confirmou que a 98ª zona eleitoral tem 93 mil eleitores e 222 seções eleitorais. O Piauí tem um eleitorado de 2,261 milhões de eleitores, sendo que cerca de um quatro do eleitorado está na capital Teresina.

    Leia tudo sobre: eleiçõespiauí

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG