Material foi retirado de janelas de dois apartamentos na capital alagoana e levado para a Superintendência da Polícia Federal

A Polícia Federal de Alagoas apreendeu duas bandeiras do candidato ao governo do Estado Teotônio Vilela Filho (PSDB). As bandeiras foram apreendidas no fim da tarde de sábado, em Maceió, e levadas para a Superintendência da PF de Alagoas.

O material foi retirado das janelas de dois apartamentos, cujos prédios estão localizados à beira-mar em Maceió. De acordo com a PF, os proprietários das residências resistiram em entregar as bandeiras, mas, diante da ameaça de pagar multa, preferiram ‘abrir mão’ da propaganda irregular.

“Os donos dos apartamentos resistiram em nos entregar as bandeiras. Mas explicamos que a legislação eleitoral proíbe qualquer tipo de propaganda que exceda 4m² e, depois de muita conversa, resolveram ceder", explicou o delegado Políbio Brandão.

Ele contou também que em um dos casos houve  intervenção do candidato a vice-governador na chapa de Vilela, José Thomás Nonô (DEM). "O candidato estava no edifício e nos procurou para saber as razões para a retirada da bandeira de um apartamento", explicou Brandão.

Crime eleitoral

De acordo com a polícia, uma bandeira possui 12 metros e a outra, 15 metros, ultrapassando o limite permitido por lei. A previsão é que ainda neste domingo elas sejam encaminhadas ao Tribunal Regional Eleitoral.

Segundo prevê a legislação eleitoral, a veiculação de propaganda eleitoral em bens particulares, por meio de faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições com mais de 4m², está sujeito a multa entre R$ 2  mil a R$ 8 mil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.