Pesquisa diz que 51,3% dos argentinos torcem por vitória de Dilma

Para a produção do levantamento foram consultadas mil pessoas com mais de 18 anos, procedentes de cidades de toda a Argentina

EFE |

Uma enquete divulgada nesta sexta-feira em Buenos Aires dá conta de que 51,3% dos argentinos preferem que a candidata governista Dilma Rousseff (PT) seja eleita no domingo a próxima presidente do Brasil. A pesquisa, da empresa de consultoria Ibarómetro, indicou que José Serra (PSDB) tem a simpatia de 6,4% dos argentinos, enquanto 42,3% disseram não ter opinião sobre o tema.

Para a produção do levantamento foram consultadas mil pessoas com mais de 18 anos, procedentes de cidades de toda a Argentina. A margem de erro da pesquisa é de 3,1%.

Dilma (PT), candidata da base governista, e o opositor Serra (PSDB) são os principais favoritos das eleições do próximo domingo, quando será escolhido o sucessor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no poder desde 1º de janeiro de 2003. Segundo as últimas pesquisas, Dilma tem 47% das intenções de voto, contra 28% de Serra.

A expectativa é que 135,8 milhões de brasileiros votem no próximo domingo, em eleições que servirão ainda para escolher os governadores dos 26 estados e do Distrito Federal, renovar dois terços do Senado e eleger os novos deputados federais e estaduais.

Dos 22.570 candidatos habilitados, nove aspiram à Presidência, 171 ao cargo de governador, 273 ao Senado, 6.036 à Câmara e 15.280 a deputados estaduais.

    Leia tudo sobre: eleições serraeleições dilmapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG