PDT oficializa candidatura de Ronaldo Lessa em Alagoas

Joaquim Brito, presidente do PT em Alagoas, será o candidato a vice. Oradores destacam pedido de Lula para reeleição de Lessa

Agência Estado |

O ex-governador Ronaldo Lessa foi oficializado hoje como candidato ao governo do Estado nas eleições deste ano. O nome de Lessa foi confirmado durante convenção estadual do PDT, realizada na Associação dos Delegados de Polícia de Alagoas (Adepol), em Maceió.

A convenção contou com as presenças do presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, e do ministro do Trabalho, Carlos Luppi, presidente nacional do PDT.

Lessa terá como candidato a vice-governador Joaquim Brito, presidente do PT em Alagoas. Os dois candidatos ao Senado, na coligação de Lessa, estavam no palanque da convenção: o senador Renan Calheiros (PMDB) e o ex-deputado federal Eduardo Bomfim (PCdoB). O grupo político que apoia a candidatura de Lessa conta ainda com a participação do PR e do PSL. Apesar de ter declarado apoio a Lessa, o prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP), não compareceu ao evento.

Durante a convenção, os oradores fizeram questão de destacar que a candidatura de Lessa conta com o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nos discursos dos candidatos, críticas ao atual governo do Estado e elogios ao presidente Lula, principalmente pela ajuda do governo federal aos municípios atingidos pelas enchentes.

Em seu discurso, o ministro Carlos Luppi lembrou que Lessa não queria disputar o governo do Estado pela terceira vez, mas o presidente Lula pediu e ele não teve como dizer não. "Foi após esse pedido do presidente Lula que Lessa então decidiu aceitar mais este desafio, com honradez e muito amor a seu povo. Alagoas precisa de um governador experiente, que esteja em sintonia com a política nacional e que seja capaz de colocar o Estado na rota de desenvolvimento pela qual passa o País", afirmou o ministro.

O presidente nacional do PT, Eduardo Dutra, disse em seu discurso que o fato do partido ter escolhido Joaquim Brito para compor a chapa de Ronaldo Lessa, "é uma prova inequívoca de que este palanque também será o da futura presidente do Brasil, Dilma Rousseff".

Ronaldo Lessa disse que pretende resgatar o que construiu quando esteve à frente do Executivo por oito anos. "Quero retomar a autoestima do servidor. Recebemos um Estado falido, mas é com o apoio de todos, superando as diferenças e nos unindo em prol da melhoria da qualidade de vida deste povo, que conseguiremos recolocar Alagoas no caminho certo", prometeu o ex-governador.

    Leia tudo sobre: Ronaldo LessaAlagoasPDTPT

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG