Paulo Souto contesta números da alfabetização no governo petista

Candidato do DEM ao governo da Bahia diz que programa educacional apresenta números equivocados

Lucas Esteves, iG Salvador |

O programa estadual Todos Pela Educação (Topa), que visa a alfabetização de jovens e adultos e é uma das principais bandeiras do governo Jaques Wagner, estaria divulgando números equivocados relativos ao ensino da população baiana, declarou hoje o candidato demista ao Palácio de Ondina, Paulo Souto. Ele alega que os números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE desmentem o rendimento estadual.

Segundo a propaganda institucional do governo, 500 mil pessoas foram alfabetizadas pelo Topa entre 2007 e 2009. Já o IBGE afirma que este número, no mesmo período, é de apenas 86 mil baianos. “Será que o atual governo vai continuar insistindo na mentira mesmo depois dessa pesquisa feita por um órgão do governo federal?”, indagou o ex-governador.

Paulo Souto acredita também que o número de alfabetizados pelo Topa é usado para tentar convencer o eleitorado de que Jaques Wagner alfabetizou mais baianos que os governos anteriores, especialmente o dele próprio, encerrado em 2006. Ele apresentou números do mesmo IBGE para afirmar que, entre 2003 e 2006, 151 mil pessoas aprenderam a ler e escrever, contra 86 mil do atual governo.

    Leia tudo sobre: eleições basoutowagner

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG