Ex-ministro do governo Lula foi vice na chapa da coligação do PT com PMDB derrotado ao governo de Minas

Patrus Ananias (PT), candidato derrotado a vice-governador pela chapa encabeçada pelo senador Hélio costa (PMDB), votou na manhã deste domingo (31), numa universidade na zona oeste de Belo Horizonte, sem falar sobre seu futuro na política.

O ex-ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome ficou pouco tempo na seção e não quis comentar junto aos jornalistas uma possível volta à prefeitura de Belo Horizonte, nas eleições de 2012, ou a possibilidade de novo cargo no ministério, num eventual governo de Dilma Rousseff.

A candidatura de Patrus a vice na chapa que disputou o governo do estado foi cercada de polêmica. Após recusar o convite em um primeiro momento, ele acabou aceitando compor a chapa a pedido do presidente Lula, que queria fortalecer a base de apoio da candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT). Sua chapa teve 34,17% dos votos contra 62,71% do governador reeleito Antonio Anastasia (PSDB). Foram cerca de 3,5 milhões contra 6,3 milhões de votos do tucano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.