Patrícia Saboya lança candidatura para deputada estadual no Ceará

Rebelde, senadora do PDT disse que pedirá votos apenas para a reeleição do senador Tasso Jereissati, do PSDB

Lauriberto Braga, iG Ceará |

A senadora Patrícia Saboya (PDT) decidiu neste domingo concorrer em 3 de outubro a uma das 46 vagas de deputado estadual no Ceará. Ela se rebelou do seu partido, que apoia as candidaturas dos deputados federais Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT), e disse que vai pedir votos apenas para a reeleição do senador Tasso Jereissati (PSDB).

Ao lado do ex-marido Ciro Gomes (PSB), Patrícia participou da convenção do PDT e disse que apoiará Tasso, "por uma questão de Justiça, pois ele trabalhou muito pelo Ceará”. A senadora, que já foi vereadora e deputada estadual, será um dos 40 candidatos do PDT à Assembleia Legislativa.

Ciro pediu votos para Patrícia e criticou a administração da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), que derrotou sua ex-mulher em 2008.

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB) também foi à convenção do PDT e chamou Patrícia de "querida irmã", afirmando que vai lutar por sua eleição para a Assembleia Legislativa.

Dos atuais 46 deputados estaduais cearenses, oito resolveram não se candidatar à reeleição e vão disputar outros cargos. O presidente da Casa, Domingos Filho (PMDB), é candidato a vice na chapa de Cid Gomes.

Marcos Cals é candidato a governador pelo PSDB. Edson Silva (PSB), Artur Bruno (PT), Luiz Pontes (PSSB), Tânia Gurgel (PSDB), João Ananias (PCdoB) e Thomaz Figueiredo Neto (PSDB) vão se candidatar a deputado federal.

    Leia tudo sobre: Cearáeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG