O senador disse que a definição do vice de Serra sai até terça e que aposta em Alvaro Dias

O senador cearense Tasso Jereissati (PSDB) defendeu hoje em Fortaleza a candidatura do senador tucano Alvaro Dias (PR) para vice na chapa presidencial de José Serra (PSDB-SP). "O Alvaro está preparado para esta missão, é um grande senador, foi um grande governador e o DEM tem que compreender que acima de nomes está o nosso projeto para governar o Brasil", disse.

Tasso fez a afirmação tão logo chegou à convenção estadual que homologou a chapa pura tucana para o Governo do Ceará: deputado estadual Marcos Cals como candidato a governador e o jovem empresário (30 anos) Pedro Fiúza para vice governador.

Sobre a definição do vice de Serra, Tasso revelou que ela sai até terça-feira. "O Serra está resolvendo isso e aposto em Alvaro Dias", destacou. Segundo o senador, José Serra, que estava previsto para a convenção cearense hoje, não veio exatamente para resolver a questão do vice.

Sobre as eleições estaduais, Tasso destacou em seu discurso na convenção que o "Ceará pode muito mais", fazendo uma referência ao slogan de campanha e uma comparação ao slogan de Serra: "O Brasil pode mais". Criticou o atual governador Cid Gomes (PSB), que tenta reeleição. "Ele está praticando os mesmos vícios do passado, de loteamento de cargos. E a candidatura tucana representa o novo e não está ligada aos vícios que estão acontecendo hoje".

Tasso disse que a campanha será difícil, pois Cid é governador e está apoiado por uma coligação de 14 partidos como PSB, PMDB, PT e PDT. "É uma luta desigual, mas nós confiamos no povo. Acreditamos que o povo está querendo mudar. Não quer essa acomodação. Não quer o Ceará totalmente parado, como está agora".

O senador disse que o rompimento com Cid acontece "porque era o momento. Estava na hora de acabar e estamos olhando para o futuro por isso apresentamos o novo", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.