Para Serra, população pautou aborto na campanha

O presidenciável tucano afirmou que não levantou a discussão sobre aborto e que as pessoas colocam perguntas sobre 'valores'

Adriano Ceolin, enviado a Vitória da Conquista (BA) |

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, afirmou hoje que não pautou a discussão sobre o aborto na campanha eleitoral. Segundo o tucano, o assunto surgiu na campanha por meio da população.

“Os candidatos colocam as propostas para o Brasil, mas as pessoas colocam as perguntas, como ‘o que é sua vida’, ‘o que eles querem’ e ‘quais são seus valores’. (O aborto) não é uma pauta fixada pelos candidatos, mas estou pronto em falar tudo o que eu penso. Eu sempre fui coerente”, diz Serra.

Apesar de dizer que o aborto não estava na pauta da campanha, o programa eleitoral do presidenciável desta sexta-feira abordou o tema . “Este é José Serra, que sempre condenou o aborto e defendeu a vida”, apresentou a voz de um locutor na peça eleitoral.

O tucano deu as declarações ao conceder entrevista na cidade de Vitória da Conquista (BA), local escolhido para reabrir sua campanha no segundo turno. Apesar de ter sido derrotado na Bahia, Serra venceu Dilma na cidade e também no município de Tancredo Neves. Fazendo trocadilho, Serra disse que a cidade vai passar a se chamar “a conquista da vitória”.

null

Apesar do otimismo que tomou a campanha tucana após o resultado do primeiro turno, Serra firmou que a disputa será difícil. “O segundo turno só se decide no dia da votação, como foi no primeiro turno. Isso porque até as pesquisas de boca de urna erraram”.

O presidenciável tucano foi recebido na praça principal da cidade de maneira improvisada. Ele discursou sobre o capô de uma picape e os militantes que acompanharam o evento também estavam sem material de campanha . Havia poucas bandeiras e os adesivos acabaram rapidamente.

Segundo os organizadores, havia cerca de duas mil pessoas na praça. Serra foi recebido com gritos de “já ganhou” e “45” (número do PSDB).

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições serraeleições dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG