Para FHC, Lula é 'chefe de facção'

Em entrevista a site do PSDB, ex-presidente disse que Serra deve explicar ao povo que caso Erenice é igual ao mensalão

iG São Paulo |

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso disse hoje que a campanha do candidato tucano à Presidência José Serra deve explicar ao povo que o caso do filho de Erenice Guerra é a mesma coisa que o mensalão. A ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, é suspeita de ter viabilizado negócios intermediados por uma empresa de seu filho, Israel Guerra. Segundo FHC, o caso é de difícil compreensão e por isso deve ser apresentado de forma mais clara ao eleitor. “É o mensalão de novo. Se falar que é o mensalão de novo, a pessoa entende”, diz o ex-presidente. Segundo FHC, ambos os casos ocorreram em salas ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto, a quem o ex-presidente se referiu como "militante" e "chefe de uma facção".

Fernando Henrique também disse, em entrevista ao site tucano Rede Mobiliza, que a mesma tática deve ser adotada para falar sobre as quebras de sigilo na Receita. “Se você falar de sigilo fiscal, pouca gente vai entender. Mas se você falar estão entrando na sua vida, vasculhando sua vida sem autorização (...) é o que está acontecendo. É o exemplo concreto”, diz o ex-presidente.

O tucano também comentou a afirmação de Lula que ontem, em Santa Catarina, disse que o DEM precisa ser extirpado da política brasileira. “Na medida em que o presidente da República quer eliminar um competidor, ele quer o poder total. É autoritarismo, não tem outra palavra”, diz o ex-presidente. Quando foi perguntado sobre a atitude do atual presidente, que segundo o entrevistado não estaria agindo como presidente da República, FHC se limitou a falar a palavra “camelô”.

Até o momento, FHC não havia aparecido na propaganda de Serra na TV. Na entrevista ao site tucano nesta terça-feira, defendeu seu correligionário e pediu votos para ele.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições serrafhc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG