Equipamentos de última geração seguem de barco para regiões de difícil acesso.

Um carregamento com 2.700 urnas sairá de Belém no fim da tarde desta quarta-feira (18) rumo às regiões do Marajó e Baixo Amazonas, no Pará. Os equipamentos serão transportados de barco para os municípios de Muaná, Óbidos, Portel, Santarém, Melgaço, Almerim, Monte Alegre, Prainha e Curralinho.

Antes de serem enviadas ao interior do Estado, as urnas são testadas e certificadas quanto aos sistemas eleitorais pelo Tribunal Regional do Pará (TRE-PA). O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabeleceu prazo de 10 dias para o transporte do carregamento. O TSE enviou 16 mil novas urnas. Os equipamentos, modelo 2009, vão substituir as versões de 1998, 2000 e 2002.

Essas versões apresentavam problemas por conta da defasagem. As novas urnas têm maior capacidade de armazenamento. Os dados, por exemplo, são registrados em uma memória flash. Essa memória é semelhante a um pen drive, não mais em disquetes, como ocorria nos equipamentos antigos. No total 18 mil urnas serão utilizadas nas eleições no Estado.

Os novos equipamentos vão atender prioritariamente os municípios, porque o suporte técnico para corrigir possíveis falhas é maior em Belém. Nas eleições de 2008 quase 30% das urnas falharam e tiveram que ser substituídas por votação manual. A expectativa é que os novos equipamentos proporcionem mais agilidade à votação e à divulgação do resultado das eleições no Estado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.