Panfleto do PDT acusa Serra de ameaçar direitos trabalhistas

Folheto foi distribuído durante um ato de apoio à candidatura da presidenciável petista Dilma Rousseff

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

Integrantes do PDT de São Paulo distribuíram hoje, durante um ato de apoio à candidatura da petista Dilma Rousseff, um panfleto dizendo que, se eleito, o presidenciável tucano José Serra vai reduzir direitos dos trabalhadores. O panfleto intitulado “Militantes Pedetistas” e que se apresenta como “informativo dos militantes do PDT”, enumera uma série de motivos para que os trabalhadores não votem em Serra.

Reprodução
Panfleto foi distribuído em ato nesta segunda-feira
Entre eles coisas que o ex-governador de São Paulo nunca prometeu como “trabalhar para acabar com as férias remuneradas”, “o fim do 13º salário para quem trabalha com carteira assinada”, “diminuir o tempo da licença maternidade”, “negociar o Pré-Sal e a Amazônia para os investidores internacionais” e “criar pedágios em todas as estradas do País”. Segundo a assessoria de imprensa da campanha de Serra, o candidato nunca fez tais promessas (ou ameaças).

O texto é ilustrado com uma caricatura de Serra com dentes de vampiro e uma fotomontagem em que o tucano aparece como um capeta com chifres, olhos vermelhos e rodeado de fogo. O panfleto mistura as falsas promessas de Serra com fatos verídicos como uso da Polícia Militar para conter manifestações de professores, estudantes e policiais civis.

Questionado sobre o panfleto na saída do ato pró-Dilma o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, se esquivou. “Isso você tem que perguntar para o PDT”. A assessoria de imprensa do PDT de São Paulo foi procurada mas não respondeu às ligações.

Nas últimas duas semanas Dilma e seus aliados têm reclamado da existência de uma campanha subterrânea de calúnias e mentiras contra a candidata petista.

    Leia tudo sobre: eleições dilmaeleições serrapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG