Padilha pede que militância defenda Dilma da `turma da agressão'

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, fez campanha no Maranhão e criticou tratamento a petista na TV

Wilson Lima, iG Maranhão |

Em campanha para a candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), o ministro das Relações Institucionais Alexandre Padilha criticou o comportamento dos apresentadores do Jornal Nacional, da Rede Globo, durante a entrevista concedida pela petista nesta semana. “Eles foram deselegantes com a Dilma Rousseff, mas ela manteve a serenidade necessária para aquele instante.” O ministro participou de ato político promovido pelo PMDB do Maranhão em apoio a Dilma e a candidata à reeleição no Estado, governadora Roseana Sarney, em São Luís.

Wilson Lima, iG Maranhão
Alexandre Padilha, Roseana Sarney e Michel Temer durante ato político em São Luís (MA)
Padilha pediu aos maranhenses que defendam a petista e a candidata à reeleição no Estado dos ataques durante a campanha eleitoral. “Cada um de vocês tem que se tornar em uma Dilma e em uma Roseana para que a gente não permita que a ‘turma da agressão’ possa vir abalar esse grande sonho que nós estamos construindo para o Brasil e para o Maranhão”, afirmou.

O candidato a vice na chapa de Dilma, Michel Temer (PMDB), não citou a emissora, mas endossou a afirmação do ministro. “O Padilha disse bem, muitas e muitas vezes tenta-se agredir a Dilma, mas, ela mantém a serenidade do presidente Sarney. Só é estadista nesse país, quem não se perde nas palavras e nos atos”, disse, comparando a petista ao companheiro de partido, senador José Sarney.

Essa não é a primeira vez que o PT e os integrantes da coligação de apoio à candidatura de Dilma Rousseff criticaram a forma como a entrevista com a candidata foi realizada. Na terça-feira, durante comício na Praça da Estação, região central de Belo Horizonte, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também reclamou da “falta de gentileza” do apresentador William Bonner.

O ato político em São Luis foi acompanhado por aproximadamente duas mil pessoas e reuniu 150 prefeitos de vários municípios maranhenses, lideranças comunitárias, deputados federais e estaduais. O presidente do senado, José Sarney, também participou do evento.

    Leia tudo sobre: Eleições DilmaEleições MAAlexandre PadilhaTemer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG