Osmar Dias: aliança com PSDB é "mais concreta"

Pré-candidato pedetista diz que PT não tomou providências para atender aos seus interesses

Gabriel Costa, iG Brasília |

Depois de semanas de aparente indecisão, o senador pedetista Osmar Dias dá sinais de que sua candidatura ao governo do Paraná em aliança com o PT está próxima de ser descartada, e um acordo com o PSDB, em apoio a Beto Richa e em busca da reeleição ao Senado, mais perto de ser concretizado.

“O PT não tomou providências para atender aos meus interesses, antes falava-se em um palanque único, agora já se fala em três palanques”, afirma Dias. O senador tinha como exigência para entrar na corrida pelo governo do estado o nome da petista Gleisi Hoffmann, que deve manter, no entanto, a pré-candidatura ao Senado. Sem a base única de apoio, Dias afirma não ter interesse em concorrer para governador.

O senador disse que vai ponderar a situação ao longo do final de semana, e que terá reunião com o PDT na segunda-feira, dia 7. E com nenhum outro partido.

    Leia tudo sobre: Paranáosmar dias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG