Oposição cobra explicações sobre suposto dossiê

A oposição cobrou hoje da presidenciável petista explicações sobre a confecção de um suposto dossiê que atingiria Serra

Agência Estado |

A oposição cobrou hoje da presidenciável petista, Dilma Rousseff, explicações sobre a confecção de um suposto dossiê que atingiria o pré-candidato tucano José Serra. Pela manhã, o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse, na sede do partido, em Brasília, que esse tipo de ação, além de ser ilegal, "é vergonhosa, indecente e coisa de gente safada".

"O PT introduziu o crime na campanha. Já fizeram o dossiê dos aloprados em 2006, um dossiê contra Ruth Cardoso (ex-primeira-dama) e agora vem mais um. E a dona Dilma? Ela tem que se pronunciar. Não pode ficar fazendo cara de paisagem", disse o senador, que também é coordenador político de campanha de Serra.

O DEM, principal aliado do PSDB em âmbito nacional, também condenou o fato de que um grupo dentro da campanha da petista estaria ensaiando a produção de um dossiê contra José Serra. No plenário do Senado, o primeiro-secretário, senador Heráclito Fortes, subiu à tribuna para cobrar o esclarecimento da denúncia.

"A montagem desse escritório, dessa fortaleza na QI 5 (quadra do Lago Sul, bairro nobre da capital federal) em Brasília, precisa ser melhor esclarecida pelos que fazem o comitê de campanha da candidata oficial do Palácio do Planalto. Vá lá que seja uma briga de grupos, não importa. O que está em questão é a metodologia usada, o que está em questão é a falta de ética, é a falta de escrúpulo e a maneira como começam a conduzir uma campanha que nem sequer começou", disse o senador.

Fortes também disse ser "inaceitável", que a campanha petista esteja fazendo "espionagem" e "bisbilhotagem". "É o jogo sujo, é o jogo sujo que começa quando nem sequer foi iniciado o primeiro tempo desse jogo", afirmou Heráclito Fortes. "Anotem o que digo hoje nesta tribuna: o bunker da QI 5 é apenas o começo, é apenas o início de uma série de escândalos que nós vamos ver ainda no decorrer dessa campanha. É aguardar para ver".

    Leia tudo sobre: serradilmadossiêsérgio guerraheráclito fortes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG