Número de candidatos presos chega a 56

Até agora 307 candidatos cometeram ilícitos. Dentro do eleitorado, 2.719 cometeram infrações, destes, 1047 foram presos

Severino Motta e Danilo Fariello, iG Brasília |

O último balanço divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que 307 candidatos cometeram ilícitos eleitorais. Destes, 56 foram presos, a maioria pela prática de campanha de boca de urna.

Entre o eleitorado a Justiça registrou crimes praticados por 2.719 pessoas, sendo que 1047 foram presas. Como no caso dos candidatos, a prática da boca de urna lidera a lista dos ilícitos.

Rio de Janeiro e Goiás são os dois Estados onde mais candidatos foram presos – 10 em cada um. Quanto aos eleitores, a Bahia liderou o ranking com 202 prisões. O Rio vem em seguida com 142.

    Leia tudo sobre: eleiçõescandidatospresos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG