Nova pesquisa confirma equilíbrio da eleição em Minas

Hélio Costa mantém vantagem sobre Anastasia, mas diferença cai para cinco pontos percentuais, segundo o Datafolha

Eduardo Ferrari, iG Minas Gerais |

Pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada nesta sexta-feira (03) pelo jornal Folha de S. Paulo, mostra que a eleição para o governo de Minas continua indefinida. O ex-ministro Hélio Costa (PMDB) continua em primeiro lugar com 40% das intenções de votos, mas a diferença caiu para cinco pontos percentuais em relação ao governador e candidato à reeleição Antônio Anastasia (PSDB), que tem 35%. Na pesquisa anterior do instituto, divulgada em 27 de agosto, Costa tinha uma frente de 14 pontos percentuais: 43% contra 29% do tucano. Ainda no início do mês de agosto, a diferença entre os dois chegou a ser de 26 pontos.

A pesquisa também mostrou que os demais candidatos – José Fernando Aparecido (PV), Luiz Carlos (PSOL), Vanessa Portugal (PSTU), Fabinho (PCB) e Edilson Nascimento (PTdoB) - têm 1% cada. Os votos brancos e nulos somam 4% e 15% dos entrevistados não souberam ou não quiseram responder.

Com o resultado, as recentes pesquisas de intenção de votos para o governo estadual, realizadas em Minas por institutos diferentes, mostram resultados bem diferentes. Enquanto na pesquisa mais recente do Ibope/Estado/Globo, divulgada em 28 de agosto, Anastasia está à frente de Costa com 35% contra 33% (embora seja considerado empate técnico devido à margem de erro de três pontos percentuais), no instituto Datafolha, Anastasia diminuiu a diferença, mas Hélio Costa mantém a liderança da disputa.

Na disputa para o Senado, o ex-governador Aécio Neves (PSDB) continua em primeiro, mas caiu seis pontos percentuais e ficou com 64% das intenções de votos. O ex-presidente Itamar Franco (PPS) manteve os mesmos 44% da pesquisa de 27 de agosto e o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT) subiu cinco pontos, passando de 25% para 30% das intenções de votos.

A pesquisa Datafolha entrevistou 1.652 pessoas e foi realizada entre os dias 31 de agosto e 1º de setembro, com registro no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), sob o número 66.737/2010. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

    Leia tudo sobre: Eleições MG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG