No Twitter, Jefferson culpa Serra por "dispersão" de aliados

O presidente do PTB, partido da coligação de Serra, afirmou que o tucano ¿nunca reuniu¿ os aliados

Nara Alves, iG São Paulo |

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, culpou o presidenciável tucano, José Serra, pela “dispersão” dos aliados durante a campanha. “Serra é responsável pela nossa dispersão. Nunca nos reuniu”, afirmou hoje pelo Twitter. Jefferson também deixou claro que só apoia Serra a pedido do candidato tucano ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin. “Eu apoio Serra a pedido do Geraldo Alckmin. Sou Geraldo, não conheço o Serra. Só de ouvir falar”, disse.

O ex-deputado, cassado por envolvimento no esquema do "mensalão", explicou que diz não conhecer José Serra porque nunca conversaram. “Quando chego a São Paulo encontro o Sergio Guerra (presidente do PSDB), o Eduardo Jorge (vice-presidente do PSDB) e o Marcio Fortes (deputado do PSDB). E para aí. Nunca conversei com o Serra”, publicou. Ainda na internet, ele escreveu que encontrou com o Serra apenas duas vezes, “uma na convenção do PTB, outra na casa do Geraldo Alckmin”.

Até o marqueteiro responsável pela campanha tucana, Luiz Gonzalez, foi verbalmente atacado pelo ex-deputado. “Se o Gonzalez ouvisse um pouco os políticos, não poria no ar uma favela fake (falsa), nem o bobajol do Zé”, disse. Em seu programa na TV, Serra aparece em um cenário que simula uma favela. Segundo tucanos, a favela cenográfica foi uma imposição legal .

Em seguida, ainda no Twitter, o presidente do PTB contemporizou. “Se o Serra quiser virar o jogo, ele vira. Dá tempo”, publicou.

    Leia tudo sobre: Eleições SerraRoberto JeffersonTwitterpleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG